‘Direito na Escola’ leva conhecimentos sobre cidadania para alunos da rede municipal

A aula inaugural do novo programa “Direito na Escola”, que está sendo trazido para Muriaé pela Prefeitura, através da Secretaria de Educação, aconteceu na manhã desta segunda-feira (4), na Escola Municipal Joaquim Ribeiro de Carvalho, antigo CAIC.

A iniciativa chega com o o objetivo de levar conhecimentos sobre cidadania aos estudantes da rede municipal de ensino. Com isso, pretende-se criar e despertar a atenção para direitos e deveres através da educação praticada em sala de aula.

A implementação deste programa em Muriaé foi idealizada pelo vereador Rangel Martino, que é delegado da Polícia Civil de Minas Gerais. A proposta foi abraçada pelo prefeito José Braz, que logo autorizou a Secretaria Municipal de Educação a dar andamento ao projeto.

As atividades serão desenvolvidas com aulas quinzenais para alunos do sexto ao nono ano e, em breve, se estenderão para outras escolas da rede.

As aulas do “Direito na Escola” serão ministradas por professores de faculdades, advogados e também por estagiários, que serão devidamente selecionados e capacitados para esta tarefa. Tudo com abordagens sérias, mas com linguagem de fácil entendimento para o público-alvo do programa.

“Por ser um trabalho direcionado a crianças e adolescentes, nossos professores passam por seleção, capacitação e acompanhamento das atividades desenvolvidas junto aos alunos”, explica o presidente do Instituto Direito na Escola, Lucas Andrade.

Presenças – Na solenidade de lançamento do “Direito na Escola” em Muriaé, o secretário municipal de Governo, Paulo Sérgio Amaral, falou ao público em nome do prefeito José Braz. A secretária de Educação, Maria Amélia Xaia, e a adjunta da pasta, Andréa Medina, também representaram o poder Executivo.

Outros presentes ao evento foram: Lucas Andrade, do Instituto Direito na Escola; vereadores Rangel Martino (idealizador do projeto) e Devail Gomes; Graziela Porcaro, presidente da 36ª Subseção da OAB-MG; Josiane Estevanim, presidente da Comissão “OAB Vai à Escola”; Ricardo Prata, diretor da Escola Municipal Joaquim Ribeiro de Carvalho; advogados que atuarão como professores junto à iniciativa; além de pais e alunos da instituição.